Idas Brasil - Turismo Minas Gerais

Matéria - São João Del Rei

Você não está num dispositivo móvel. Acessar VERSÃO CLÁSSICA.

Mistura de estilo onde reina o Barroco

Texto e Foto: Marcelo JB Resende. REPRODUÇÃO PROIBIDA.



O ouro fez de São João Del'Rei uma cidade barroca, já o comércio fez dela uma cidade eclética e com toques modernos. Sorte de quem a visita e pode testemunhar esta mistura de tempos, de gostos e tendências... Os olhos do visitante percorrem o Barroco Mineiro, que se impõe soberano com suas igrejas e casario, e também passeam pelo neogótico, neoclássico e até por "aventuras" modernas nas fachadas de algumas construções. É ver com calma e saber onde está pisando.




Ambição tem a ver com vaidade. Por ser o ouro o objeto mais cobiçado, de nada valia tê-lo sem poder ostentá-lo. E esta vaidade se traduziu em magníficos templos religiosos erguidos principalmente no século XVIII. O ouro não apenas "patrocinou", como decorou tais feitos. É fascinante pensar que o dourado reluzente dos altares é somente uma pequeníssima parte das toneladas que giraram nas bateias dos bandeirantes, escravos negros e aventureiros de séculos atrás. Estar nestes locais é carregar um pouco da história de sofrimento, crueldade, fausto e opulência da saga do ouro.


As igrejas são o apogeu, mas sem o casario tudo ficaria muito incompleto. Os casarões antigos contam a história de seus "nobres" moradores, famílias ricas que no perde-ganha de tempos sem lei souberam fazer fortuna. As "eiras" e "beiras" dos telhados indicavam a "posição" econômica de seus residentes. Era comum o termo "sem eira, nem beira" para qualificar os "sem-posse", inclusive os indignos para se casarem com moças de abastadas famílias. Desta forma, para o turista mais atento, curioso e informado, a cidade se comunica com quem se propõe a desvendá-la.



Igreja São Francisco de Assis, ícone do Barroco Mineiro.

O córrego do Lenheiro também divide arquitetonicamente a cidade. Na margem esquerda está a maior parte do casario colonial setecentista (núcleo mais antigo). Na margem esquerda concentra uma arquitetura mais eclética, típica dos anos 1800, e moderna, característica dos anos 1900. Mas isto não é uma regra absoluta, há exceções. A igreja de São Francisco, um dos ícones do Barroco Mineiro, está na margem direita.


Esta peculiaridade de São João Del'Rei se deve ao fato da cidade nunca ter vivido um período de decadência severa, como ocorreu em outras cidades coloniais mineiras após o declínio das minas de ouro. O forte comércio sustentou a expansão e modernização do sítio urbano, sem contudo ter força para sacrificar o passado. Desta forma muito foi preservado e hoje várias fases e estilos compõem um interessante mosaico, do esplendor barroco de igrejas como a São Francisco, Pilar e Carmo, passando pelo neogótico da capela das Dores e o neoclássico do Teatro Municipal.



Teatro Municipal, em estilo neoclássico.


Largo do Rosário.


Detalhe sacada (Solar dos Lustosa).


       Indicar este site




Topo

Compartilhe


© 2015 - Idas Brasil Ltda.
Todos os Direitos Reservados